Voltar ao topo

REDE LATINO-AMERICANA DE JUSTIÇA DE TRANSIÇÃO, EM PARCERIA COM A COMISSÃO DE ANISTIA DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA, PUBLICA RELATÓRIOS SOBRE JUDICIALIZAÇÃO DA JUSTIÇA DE TRANSIÇÃO E TRATAMENTO DE ARQUIVOS, NA AMÉRICA LATINA

A Rede Latino-Americana de Justiça de Transição disponibilizou, virtualmente, a publicação de dois relatórios referentes às pesquisas e aos trabalhos já realizados pela mesma.

Tais relatórios são fruto de trabalho coletivo de todos os membros da Rede, assim como dos membros da Secretaria Executiva da Rede Latino-Americana de Justiça de Transição.

O Centro de Estudos sobre Justiça de Transição colaborou na elaboração deste trabalho, como membro da Rede, assim como com a produção acadêmico-científica de seus membros, sendo referenciado na pessoa de seu coordenador.

Os Relatórios são:

“JUDICIALIZAÇÃO DA JUSTIÇA DE TRANSIÇÃO NA AMÉRICA LATINA”, elaborado por Carla Osmo, trata do funcionamento da  Justiça em casos de graves violações de direitos humanos praticadas durante ditaduras e conflitos armados, apresentando os desafios e avanços na região”

“TRATAMENTO DE ARQUIVOS DE DIREITOS HUMANOS NA AMÉRICA LATINA”, redigido por Shana Santos, aborda a importância dos arquivos na garantia de direitos, questões centrais no tratamento desses materiais e um panorama dos principais acervos latino-americanos relevantes aos processos de transição”

Estão disponíveis no link: http://rlajt.web2403.uni5.net/noticia/dois-novos-lancamentos-da-rlajt-estudos-tematicos-sobre-justica-e-arquivos-2/capas_tratamento_judicializacao-300x204

Notícias relacionadas

Deixe um comentário