Voltar ao topo

Foi divulgada carta enviada, em 1976, pelo Ministro das Relações Exteriores do Governo Geisel, Azeredo da Silveira ao Secretário de Estado Americano, Henry Kissinger. No documento, o ministro questiona o posicionamento dos EUA frente aos ataques desferidos ao regime militar brasileiro perante a comissão de direitos humanos da Organização das Nações Unidas.

À época, houve sessão reservada na ONU para tratar dos casos de graves violações à direitos humanos no Cone Sul e, a posição oficial dos Estados Unidos, foi de apoiar estudos voltados à apuração/responsabilização por torturas, desaparecimentos e maus tratos relatados na região.

A eleição de Jimmy Carter para presidente dos EUA, em 1977, sob a bandeira da defesa dos direitos humanos endureceu a posição do país, que voltou sua política externa às violações latinoamericanas. Como retaliação, os Governos Brasileiro e Argentino ameaçaram encerrar acordos e até rejeitar a ajuda norte-americana.

Leia mais clicando aqui.

Notícias relacionadas